The Institutes

The Institutes for the Achievement of Human Potential

The Institutes são uma entidade sem fins lucrativos fundado por Glenn Doman em 1955. The Institutes é internacionalmente conhecido por seu trabalho pioneiro no Desenvolvimento Cerebral Infantil e por seus programas para crianças normais conquistarem sua excelência. O objetivo dos The Institutes é ajudar as crianças a conquistarem excelência intelectual, física e social.

iahp-025

Quando começamos, há mais de meio século, nos foi ensinado que crianças pequenas não eram capazes de aprender. Muitos pensavam, naquela época, que a inteligência era geneticamente determinada e essencialmente imutável. Glenn Doman e sua equipe questionaram essa afirmação.

Eles propuseram que o cérebro tinha um enorme potencial o qual não estava  sendo totalmente utilizado. Eles queriam dar às crianças oportunidades de fazer o que quisessem e da melhor forma que pudessem alcançar.iahp-029

Todas as crianças podem alcançar seu potencial máximo – sua excelência!

The Institutes for the Achievement of Human Potential atendem crianças de todas as partes do mundo. Sua sede internacional está localizada na Filadélfia, Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, EUA.

Organizações representantes qualificadas são o Doman Kenkyusho em Tóquio e Kobe, no Japão. The Institutes tem escritório em Aguascalientes, México.

The Institutes apresentam cursos para pais na Filadélfia, Japão, México, Cingapura e Brasil.

The Institutes trabalham com crianças com lesão cerebral

Historicamente, crianças diagnosticadas com Atraso no Desenvolvimento, Paralisia Cerebral, Autismo, Trissomia 21 (Síndrome de Down), Transtorno do Déficit de Atenção, Hiperatividade, Problemas de Aprendizagem, Dislexia e uma série incalculável de outros diagnósticos sintomáticos eram consideradas sem esperança.

O objetivo dos The Institutes é ajudar as crianças com necessidades especiais, independentemente do grau de lesão, a alcançar a normalidade física, intelectual, fisiológica e social.

A maioria das crianças atinge um desses objetivos e muitas crianças conquistam dois desses objetivos. Algumas crianças atingem todos esses objetivos e outras não atingem nenhum deles.

Milhares de pais vieram aos The Institutes aprender como ensinar suas crianças em casa. Esses pais não somente provaram, sem sombra de dúvidas, que suas crianças com lesão cerebral são capazes, mas que elas têm também um tremendo potencial. The Institutes existe para certificar que todas as crianças com lesão cerebral tenham a oportunidade de alcançar o seu bem-estar.

Acerca das nossas crianças especiais

Crianças com lesão cerebral profunda podem ser cegas, surdas, mudas ou paralisadas. Elas podem ter problemas com a absorção de alimentos, respiração e até mesmo sobrevivência. Talvez elas tenham todos esses problemas juntos. Crianças com lesão cerebral severa podem apresentar sérios problemas de visão, audição, tato, mobilidade, fala e competência manual.  Elas podem ter todos esses problemas juntos.

Crianças com lesão cerebral moderadas podem ter problemas significativos em uma ou todas as vias sensitivas e/ou motoras. Crianças com lesão cerebral leve podem ter problemas de leitura, aprendizagem, comportamento, equilíbrio, coordenação, fala ou escrita. Talvez, elas tenham tudo isso ao mesmo tempo.

A maioria destas crianças com necessidades especiais poderá ter problemas de saúde que vão desde a insuficiência de crescimento, uma infecção respiratória crônica, refluxo, asma, problemas nutricionais, intolerância alimentar e alergias. As crianças com lesão cerebral admitidas no programa dos The Institutes variam em idade desde recém-nascidos a adultos. Nós não recusamos nenhuma criança ou adulto de ingressar ao nosso programa devido a severidade de sua lesão.

Sobre as famílias dos The Institutes

Embora o foco principal serem as crianças, The Institutes iniciaram seus trabalhos, há meio século, com adultos. Estes primeiros pacientes eram principalmente idosos que tiveram AVC ou jovens adultos que sofreram algum tipo de lesão cerebral traumática. The Institutes continuam oferecendo ajuda a qualquer adulto que tenha perdido suas capacidades devido a qualquer tipo de lesão cerebral.

Por mais de meio século, famílias de mais de 120 nações encontraram seus caminhos até os The Institutes. A família dos The Institutes representa todas as raças, religiões e crenças.

diversidade

Embora haja uma grande diversidade de conhecimentos, culturas e de linguagem entre as famílias, eles têm em comum uma extraordinária devoção para com suas crianças. A prioridade em suas vidas são suas crianças. Elas estão empenhadas em fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar suas crianças a alcançarem todo seu potencial ou para recuperar as capacidades de seus entes queridos adultos após uma lesão no cerebral.

Nosso processo de avaliação

Quando The Institutes começaram, não existia um padrão de avaliação confiável para crianças com lesão cerebral. Glenn Doman e sua equipe desenvolveram o primeiro conjunto seguro de níveis para avaliar crianças com problemas neurológicos e o chamaram “Perfil do Desenvolvimento”.

O “Perfil do Desenvolvimento” mede o crescimento e desenvolvimento do cérebro. Este perfil nos permite avaliar uma criança com lesão cerebral e compará-la com outras crianças de sua mesma idade.

O Perfil do Desenvolvimento nos fornece uma taxa de crescimento neurológico da criança, bem como, estabelece a base com a qual cada criança poderá ser avaliada e como determinaremos o seu progresso.                                                                                                                    iahp-026

Cada vez que uma criança retorna aos The Institutes, um novo Perfil de Desenvolvimento é traçado e um novo programa é criado. Toda a avaliação e programação é feita de acordo com o Perfil de Desenvolvimento de cada criança.


Nosso tratamento

Há mais de meio século, quando The Institutes começou, não haviam tratamentos para crianças com problemas neurológicos que fossem eficazes. Ao invés disso, crianças com problemas ou com lesão cerebral eram frequentemente medicadas, isoladas e esquecidas em instituições.

Glenn Doman e sua primeira equipe queriam que essas crianças tivessem todas as oportunidades que quaisquer outras, independente da severidade de lesão que pudessem apresentar.

Após cada criança ser cuidadosamente avaliada e ter-se concluído um diagnóstico funcional, a equipe elabora um programa individual o qual inclui a estimulação sensorial apropriada e o máximo de oportunidade motora para que a criança possa utilizar as informações obtidas.iahp-028

Cinquenta anos atrás, as crianças viviam nos The Institutes e lá faziam o programa. No entanto, a equipe rapidamente percebeu que poderiam ensinar aos pais  como fazer cada parte do programa em suas casas. Assim sendo as crianças poderiam permanecer em suas próprias casas. As crianças, em casa, juntamente de seus pais tiveram melhoras muito mais significativas.

Atualmente, todas as crianças fazem o programa em suas casas e retornam aos The Institutes periodicamente para serem reavaliadas e receberem um novo programa. O programa é elaborado para tratar a lesão cerebral e não os sintomas da lesão. O tratamento dos sintomas não funciona – o que funciona é tratar o cérebro.

Nossos resultados falam por si mesmos

Não há nada mais importante na vida da criança com lesão cerebral do que ver que a criança está melhorando a cada dia. Costuma-se dizer que não há “cura” para a lesão cerebral e, é claro, isso é verdade. A palavra “cura” não é apropriada no contexto da lesão cerebral. Para a grande maioria das crianças, a lesão cerebral não é uma doença progressiva, mas um incidente que causou a lesão. O que resta é um cérebro bom que sofreu uma lesão e que precisa de ajuda.

Nosso trabalho é ajudar cada criança, independente de qual seja sua lesão cerebral a atingir o mais alto nível de função que o nosso conhecimento de crescimento e desenvolvimento cerebral nos permita.

Veja os resultados alcançados em 3.024 crianças com lesão cerebral.